Resumo da Introdução (parte 1/2), livro “Anticâncer” do Dr.David Servan-Schreiber

Segue abaixo um trecho retirado do livro: “Anticâncer“, Introdução (parte 1/2):

Anticâncer

Introdução

”Há 17 anos, descobri por meio de um experimento de mapeamento do meu próprio cérebro que eu tinha câncer cerebral. (…) Não estando mais enrolado no manto confortável de médico e cientista, eu tinha me tornado um paciente com câncer. Este livro é a história do que aconteceu depois, do retorno à vida e à saúde – na verdade, a um nível de saúde que eu nunca tinha atingido antes – mesmo sabendo que tinha câncer. É a história de como usei meus conhecimentos médicos e científicos para descobrir tudo que havia na literatura médica que pudesse me ajudar a mudar o quadro. E o mais importante, ele proporciona uma perspectiva nova sobre o câncer, com base na ciência, que oferece a todos nós a chance de nos protegermos melhor contra essa doença. (…)

(…) temos de prestar muita atenção à conexão mente e corpo, principalmente no impacto negativo de sentimentos prolongados de impotência e desespero. Quando não se cuida deles, esses sentimentos – e não os estresses da vida em si – contribuem para os processos inflamatórios que podem ajudar o câncer a crescer. (…)

Em termos de nutrição, estudos recentes promissores descobriram vários novos alimentos anticâncer. Frutas com caroços grandes, como ameixa e pêssego, podem agora ser incluídas nessa categoria. Novos dados sobre o azeite de oliva, que já tinha sido fortemente recomendado na primeira edição, agora o tornam um alimento anticâncer completo, agindo contra diversos tipos específicos de câncer.

Além disso, dois novos estudos mostraram exatamente quantas xícaras de chá verde precisam ser tomadas por dia para reduzir o risco de câncer de mama ou próstata em mais de 50%. (…)

Novas pesquisas confirmaram a importância da vitamina D3 na prevenção do câncer, (…)

(…) Quando as células do câncer de mama humano são expostas a doses de bisfenol A (BPA) correspondentes aos níveis frequentemente encontrados no sangue das pessoas, as células não respondem mais à quimioterapia. Dados comparáveis foram obtidos em estudos de aditivos alimentares baseados em fostatos inorgânicos (encontrados em refrigerantes, produtos assados processados, etc), que promovem o desenvolvimento de células de câncer de pulmão de células não pequenas.

(…) uma pesquisa publicada no periódico Nature, em 2007, concluiu que o câncer pode ser entendido como um colapso no equilíbrio entre as células cancerígenas que sempre estiveram “adormecidas” no corpo e as defesas naturais que normalmente as mantêm inertes. Esse tipo de estudo destaca a importância de se nutrir e fortalecer nosso “terreno”.

(…) Dois grandes estudos epidemiológicos, um conduzido em 11 países europeus e com duração de 12 anos (o estudo HALE) e o outro um uma única região do Reino Unido (20 mil pessoas observadas ao longo de 11 anos), relataram resultados ainda mais drásticos: uma redução de mais de 60% na mortalidade por câncer durante o período do estudo entre as pessoas que adotaram um estilo de vida mais saudável.

(…) Em outro estudo bem executado, em 2008, (…) demonstrou que mudanças no estilo de vida em relação à dieta, exercícios e redução de estresse modificaram a expressão dos genes dentro das células cancerígenas.

(…) Nos últimos trinta anos, a ciência fez avanços extraordinários e demonstrou que todos nós tempos a habilidade de nos proteger do câncer e de contribuir com nossos próprios meios para curá-lo.

(…) Tem sido um alívio para mim saber que não encorajei falsas esperanças, e isso confirmou minha convicção de que mesmo o programa Anticâncer não podendo (como realmente não faz) alegar que neutraliza o câncer para todo mundo, ele ajuda a prolongar a vida, seja lá qual for o resultado.”

Retirado do livro: “Anticâncer”, 2011 – Editora Objetiva, de David Servan-Schreiber [Comprar o livro]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: