Resumo Capítulo 1 (parte 1), livro “Revolução Antioxidante” do Dr.Kenneth Copper

Segue abaixo um trecho retirado do livro: “Revolução Antioxidante“, Capítulo 1 (parte 1):

REVOLUÇÃO ANTIOXIDANTE

Capítulo 1

“Este caso me perturbou profundamente.

Werner Tersago já tinha mais de 40 anos, há mais de dez comparecia em meu consultório para exames de rotina, e sempre me dera a impressão de ser um de meus pacientes mais saudáveis e bem dispostos. No teste de resistência, ele normalmente estava classificado na categoria superior.  De fato, o seu desempenho neste exame era tão bom quanto o de excelentes atletas 20 anos mais jovens, um resultado que refletia o seu treinamento para maratonas e os quase 80 quilômetros que ele corria regularmente por semana.

(…) Os exames de sangue de Werner, incluindo os níveis de colesterol, estavam normais – provavelmente como resultado de sua dieta disciplinada rica em fibras e com pouca gordura. Sua pressão arterial também se encontrava dentro do limites normais.

(…) Então aconteceu – uma séria de dores de cabeça que culminaram um ano mais tarde em cefaléia intensa com perda do equilíbrio enquanto ele esquiava. A dor persistiu, levando-o a marcar alguns exames clínicos para descobrir o que havia de errado. Os exames diagnósticos revelaram um tumor cerebral, que de início parecia inoperável. (…) Werner parou de correr, mas reaprendeu a caminhar e continuou com os seus exercícios até algumas semanas antes de morrer.

(…) Pelo exposto, Werner não apresentava nenhum dos fatores de risco geralmente associados a um tumor cerebral maligno. Sua alimentação era exemplar, e não havia uma história de tumores cerebrais em membros de sua família.

(…) Várias tragédias semelhantes, envolvendo maratonistas e ultramaratonistas com diagnóstico de câncer em idades aparentemente precoces, também chamaram minha atenção. Continuei a indagar se havia uma correlação entre o excesso de corridas e o câncer.

(…) As respostas para estas estão surgindo na experiência de pessoas como Ruth Heidrich, uma corredora competitiva altamente condicionada que parecia gozar de uma excelente saúde até apresentar câncer de mama. Ela precisou submeter-se a uma mastectomia radical, pois o câncer havia se disseminado pela sua mama e possivelmente para os seus ossos e o pulmão esquerdo. (…) Mesmo sabendo que lhe restavam menos de dois anos de vida, ela decidiu que isto ocorreria no auge de sua energia e aptidão. Ela aumentou o número de quilômetros percorridos e acrescentou natação e ciclismo ao seu programa em preparo para o Triatlo (Ironman) Havaiano. O mais importante, contudo, foi que ela se tornou vegetariana, embora já houvesse substituído sua alimentação por uma dieta com pouco gordura, peixes e aves. A nova dieta vegetariana colocava ênfase no brócolis, cenoura, arroz integral e outros alimentos que lhe forneceriam doses maciças de antioxidantes como a vitamina C, vitamina E e betacaroteno.

Oito anos mais tarde, Ruth havia completado seis Triatlos Ironman, mais quarenta maratonas, e competia quase toda semana em corridas de meia distância. Atualmente, doze anos após a cirurgia, ela ainda se encontra com boa saúde, realizando exercícios e competindo em evento esportivos, totalmente livre do câncer.

A experiência de Ruth suscita duas perguntas:

  1. Seria o câncer uma consequência do seu programa de exercícios incial muito exigente e da ingestão de alimentos de origem animal?
  2. Houve influência das modificações alimentares e do aumento dos antioxidantes na regressão do crescimento do câncer?

À medida que você ler este livro, descobrirá que a resposta para estas duas perguntas, baseada em sólidas evidências científicas, é um ressonante SIM. Além disso, um número crescente de médicos atualizados com os últimos avanços estão se posicionando junto a pacientes como Ruth na defesa de antioxidantes, seja através do uso de suplementos ou de uma dieta restrita, para o combate ao câncer. E não apenas isto: estes médicos, entre os quais me incluo, estão aumentando a sua ingestão de antioxidantes. (…)”

Retirado do livro: “Revolução Antioxidante”, 2005 – Editora Record, de Kenneth H. Cooper [Comprar o livro]

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: